Como foi abrir a minha empresa de fotografia

 

Um guia prático para abrir o seu primeiro negocio

Sou o Juan, atualmente estou terminando minha graduação em engenharia elétrica pela universidade federal de Itajubá, e gostaria de compartilhar com meus amigos leitores deste blog como foi a experiência de abrir meu primeiro negócio, uma empresa de fotografia. Todas as experiências e ideias que tive na época podem ser generalizadas para qualquer tipo de negócio e ajudar aqueles que querem abrir seu primeiro negócio, mas não sabem por onde começar.

Essa história começa no começo de 2016, após as festas de réveillon, decidi que queria me arriscar no empreendedorismo naquele ano e começar meu primeiro negócio, tinha um capital acumulado e era hora de investir em algo. A partir dessa decisão veio o primeiro passo para esta jornada, que é fazer a primeira pergunta de muitas a ser feitas:

1 º pergunta: Qual negócio devo começar?

A primeira e a mais difícil das perguntas a se fazer é qual negócio devo me arriscar, a abrangência dessa pergunta chega a ser assustadora! Por isso o jeito mais fácil de se responder ela é pensar na regra número um da vida! As pessoas mais bem-sucedidas do mundo, nunca trabalharam, apenas fizeram o que gostam de fazer, ou seja, as pessoas fazem coisas incríveis quando estão motivadas por amarem o que fazem. Tendo em vista desse pensamento pensei no que fazer que me de lucro, mas ao mesmo tempo não tenha que trabalhar, apenas fazer o que gosto de fazer. Lembrei então de um sonho antigo meu, e tudo começou a se encaixar, era a oportunidade perfeita para colocá-lo em prática. Sempre quis saber fotografar, ter uma câmera profissional, sempre gostei de registrar paisagens e pessoas, fazer com que uma foto não seja somente uma foto, mas uma história! Estava decidido então, meu primeiro negócio seria uma empresa de fotografia!

 

2 º pergunta – Qual a chance dessa empreitada dar certo?

Após essa importante decisão tomada era necessário um pouco de investigação e verificar se existiria mercado para essa atividade e validar o mercado, ou seja, alguém com certeza já faz este tipo de serviço no local, mas será que os clientes estão satisfeitos? Tudo é perfeito no trabalho dos meus concorrentes? Era preciso mergulhar fundo e conhecer o serviço atual que era prestado na região onde eu atuaria. Após tal pesquisa foi possível concluir algumas coisas importantes como a existência de uma alta demanda para cobertura fotográfica em eventos universitários na regia de Itajubá, aonde os serviços atuais eram caros, faltava fornecimento e algumas pessoas que tentavam entrar no mercado não conseguiam por não alcançar a qualidade esperada. Essas informações foram preciosas para entender também os diferenciais que uma nova empresa na área deveria ter para entrar no mercado e se estabelecer.

 

3 º pergunta – E agora? Eu estou pronto para começar?

Após as pesquisas serem feitas e descoberto que realmente seria um negócio interessante era a hora da pergunta, eu sei fazer o que eu vou vender? E a resposta para essa pergunta foi fácil! Não! Não sei!

Dizem que para se superar algum problema o primeiro passo é admitir que o problema existe, muitos empreendedores devem ter humildade em sempre questionar o seu serviço e seus produtos, nunca parar de validar e melhora-lo sempre pois se você não fizer alguém o fará e surgira um produto no mercado melhor que o seu. Então, ao se assumir o problema era hora de aprender tudo sobre fotografia! E gastar umas boas horas do dia assistindo vídeos tutoriais, lendo blogs e interagindo com pessoas que tenham experiência na área, essa pesquisa também me ajudou a escolher o equipamento certo dentro do meu orçamento para começar.

Sozinho é mais difícil!

Tudo pronto e foi a hora de vender o serviço, foi quando os problemas começaram e tive a lição mais importante desta jornada, a de que sozinho é mais difícil! Todos os lugares grandes em que eu oferecia meus serviços pediam no mínimo 2 fotógrafos para cobrir os eventos. Assim sendo precisaria de um sócio, pois não tinha mais capital para comprar novos equipamentos e foi assim que consegui um sócio, um velho amigo que gostou muito da ideia e diante da oferta de um cliente topou a parceria! Imediatamente repassei tudo o que sabia para ele e começamos a praticar e logo em seguida a fechar nossas primeiras coberturas fotográficas na cidade!

 

Nada surge perfeito!


Nada surge perfeito e sempre há espaço para inovar mais um pouco! Ao começar a trabalhar descobri que não seria fácil competir com outros profissionais que tinham mais experiência e equipamentos melhores. Para solucionar este problema era preciso muita pesquisa e saber o que era tendência na fotografia e segui-la, diferenciar as fotos e serviço de um jeito que conquiste mais clientes e que eles fiquem satisfeitos, nos eventos por exemplo, decidimos que deveríamos ir sempre bem arrumados em um padrão para tornar o serviço o mais grommet possível, a regra era cada foto um comentário positivo, um elogio aos modelos e muita simpatia, toda vez que possível era regra fazer fotos incríveis com efeitos modernos que iriam mostrar o quão legal foi aquele evento!

 

Hora de Crescer
Conforme o tempo passava e a empresa ia caindo no gosto dos clientes, mas havia um problema muito sério, o desgaste era muito intenso e 2 fotógrafos eram poucos para uma demanda muito alta. Foi assim que a horizon view Photos (nome da empresa), criou o seu primeiro curso de fotografia que reunia em um copilado todas a informações preciosas que havíamos aprendido sobre fotografia, a intenção do curso era proporcionar um atalho para que novos colaboradores pudessem aprender a fotografar e fotografar muito bem em um menor tempo possível! Ao longo da trajetória da horizon view em torno de 7 pessoas realizaram o curso e se tornaram grandes fotógrafos que continuam seus trabalhos até hoje.

 

O fim

A horizon View Photos atuou durante o ano de 2016 até o começo de 2017, se tornando nesse período uma das empresas que mais fazia coberturas fotográficas na região de Itajubá e participação em alguns eventos em são José dos campos, no youtube nosso canal possui um vídeo feito para o forró de segunda com 63 mil visualizações, no facebook nossa página alcançava milhares de pessoas nas publicações. Ao começar o ano de 2017 decidi que iria encerrar minha participação na empresa e focar em uma nova startup que atuaria na área de tecnologia, iot e data Science; era hora de me aprofundar no assunto, por isso, infelizmente não teria mais tempo de continuar fotografando mas todas as experiências foram validas e reutilizadas em minha nova startup agro em que tive a oportunidade de ser cofundador, a TechFarm. @techfarmoficial. Hoje continuo fotografando, mas agora de maneira não profissional, apenas amigos e reuniões familiares. Confira as fotos da Horizon View Phots na página Horizon View Photos no Facebook!

Este artigo é uma homenagem a toda a equipe da Horizon view Photos e todos os colaboradores que durante o tempo de empresa foram os melhores fotógrafos da região e continuam sendo até hoje.  Agradecimentos especiais aos modelos fotográficos das minhas fotos mais recentes, maio de 2018, pré Churas é o Bixo.

 

 

Texto por Juan Pedro

Deixe um comentário!!!