O poder da multiplicação

Foto tirada no final da Robogames com todos os membros que participaram.

 

Quando eu entendi e vi na pratica que o poder coletivo encurta barreiras , o meu campo de visão e minha concepção do impossível se transformou bastante. Você e as pessoas ao seu redor se sentem mais forte e preparadas para o que der e vier. Por mais clichê que isso possa parecer, gostaria de exemplificar lhe contando uma experiencia própria.

Meu nome é Yago e por quatro anos eu participei de uma equipe de robótica chamada Uai!rrior que é conceituada em fazer robôs de combate desde 2001. Esporte esse, que existe há alguns anos nos USAs, que se assemelha a um UFC só que com robôs.

Há um ano atrás, abril de 2017, estávamos no que chamamos de pré-Guerra, que é a preparação do nosso glorioso mundial nomeado como Robogames, que acontece todo ano em Pleasanton na Califórnia, considerado a olimpíada da robótica.

Mundial que rendeu muita luta de todos os membros.

 

Nos encontrávamos praticamente sem dinheiro algum no início daquele ano e com o objetivo de levar 9 membros e todos os nossos robôs que foram inscritos. Parecia uma tarefa quase impossível quando pensávamos nos valores de passagens, hotel, transporte e outros gastos da competição.

Se mensurarmos o custo de 9 passagens, cada uma saiu em média por R$2.400,00, as 10 diárias do hotel em aproximadamente R$3.000,00. Um carro para transportar os robôs e os membros ficaram por volta de R$1.000,00. Totalizando um custo mínimo de R$ 25.600,00 para podermos competir, fora outros gastos como inscrição dos robôs, motores, baterias e eletrônicas, que nada nada ultrapassaram a casa dos 10 mil reais.

Mas foi ai que presenciei uma força sobrenatural que só uma equipe que luta unida por um sonho poderia conseguir. Uma vez que decidimos ir, não deixaríamos passar essa oportunidade.

CONFIANÇA em você mesmo e na sua equipe é o tempero principal para as coisas acontecerem.

 

As dificuldades surgiram e com elas várias ideias para contornar os problemas .

Surgiu a ideia de fazer rifas.

– ENTÃO BORA VENDER RIFA…

Surgiu a ideia de vender camisetas.

– PORQUE NÃO? BORA VENDER TAMBÉM.

Alguém sugeriu de vender geladinhos.

– NESSE CALOR? TODO MUNDO VAI COMPRAR!

Na época tínhamos na equipe 21 membros, logo se cada um conseguisse o valor de R$ 1.219,05 nossa meta mínima seria batida. Estávamos confiantes que se um membro conseguisse vender 10 geladinhos, todos conseguiam, e assim amplificávamos esse numero num fator de 21. Daí veio o poder da multiplicação, tudo que vendíamos e todo o dinheiro que ganhávamos era através desse número mágico.

Número que representou a força daquela equipe e a impressionante garra de fazer acontecer, custe o que custar, sejam aulas, noites de sono ou até mesmo provas. “SANGUE NOS OLHOS” !!! 

Na época eu fiquei tão encantado com esse fator de multiplicação , que sinceramente me acalmou em muitas noites , que antes eram mal dormidas pelas minhas preocupações e medos de não conseguir. Foi um porto seguro entender que haviam mais 20 pessoas que eu podia contar e dividir essa carga.

Em pouco tempo nossa preocupação foi diminuindo, junto com os bons resultados da arrecadação, a motivação de todos aumentava e a certeza que estávamos conseguindo realizar aquela meta que no início do ano QUASE parecia impossível.

Para você ter uma ideia, juntos conseguimos vender mais de 600 CAMISETAS, mais de 4 MIL GELADINHOS e aproximadamente 650 RIFAS no valor de R$5,00.

Claro, que sem a ajuda de nossos patrocinadores e colaboradores não seria possível pagar os custos extras da competição. A equipe tem a incrível benção de ter muita gente que acredita no nosso trabalho.

Para premiar todo aquele esforço, nos consagramos campeões com nosso querido General, robô de 54,5 Kg, um título inédito. Além de que voltamos com o bronze com nosso robô Ricota, de 1,4 Kg, e prata com o Federal nosso maior campeão, com 27,3 Kg. Houve repercussões no outro lado do globo, por causa dessas conquistas, mas talvez seja assunto para outro texto.

Realmente foi lindo ter visto isso acontecer, ver a luta e o esforço de cada membro se entregando ao máximo pelo bem da equipe. Ver o General no pódio mais alto foi algo que sinceramente não tem preço e nem palavras para descrever, chorei que nem uma criança ao ver tudo aquilo que tínhamos idealizado dando certo.

ACREDITE NA SUA EQUIPE, pois, as pessoas que compõe o seu time é o bem mais precioso que tem. MOSTRAR QUE VOCÊ SE SENTE CONFIANTE ESTANDO DO LADO DELES é fundamental para alcançar qualquer meta, e o melhor, que para isso você não precisa necessariamente ser o líder, a única coisa que você precisa é mostrar confiança e vontade de fazer acontecer através de um discurso apaixonado e sincero.

Isso funciona pelo simples fato que os sentimentos bons contagiam, causam aquele arrepio e espalham motivação.

 

E mais uma vez presenciei a Uai!rrior sendo um grande exemplo de equipe. Esse número 21 sempre ficará guardado em minha memoria como o nosso número da sorte. VIVA O PODER DA MULTIPLICAÇÃO…

 

Video resumo da Robogames 2017.

 

 

Texto por Yago Barbosa Moreira

Deixe um comentário!!!